A solidariedade não custa nada, faz bem à alma e liberta-nos de pensamentos negativos

30
Out 13

 

O Centro Social Maria da Glória Almeida Pinho é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, que visa essencialmente o bem-estar das crianças e dos mais necessitados das freguesias de Silva Escura e Dornelas.

Esta Instituição foi fundada em 1945, em conformidade com o testamento daquela que lhe deu o nome, e desde então tem procurado satisfazer as necessidades da população mais carenciada destas freguesias.

Actualmente, a instituição tem em funcionamento as valências: Creche, Centro de Actividades de Tempos Livres, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário.

A Instituição é também, parceira na Comissão Local de Acompanhamento de Rendimento Social de Inserção de Sever do Vouga e possui um acordo atípico com a Segurança Social para a área de Apoio à Família e Comunidade, tendo já em funcionamento a valência de Atendimento e Acompanhamento Social.


29
Out 13

 

A Casota” é uma Associação de protecção animal com sede na cidade da Guarda, fundada em 1 de Julho de 1987, por escritura no Cartório Notarial da Guarda e teve a sua publicação no Diário da República, III série, nº 68 de 22/03/1988. Em 1996 foi declarada Instituição de Utilidade Pública, sem fins lucrativos.
O sonho dos sócios fundadores d’ A Casota era o de construir um canil de forma a dar um tecto aos animais errantes. No entanto, esta Associação deparou-se ao longo destes anos iniciais com imensas dificuldades, nomeadamente na aquisição ou cedência de um terreno para a construção do canil. Por outro lado, o então insuficiente número de sócios inviabilizou a concretização dos objectivos propostos p’ A Casota.
No dia 12 de Março de 2008, um grupo de pessoas determinadas decidiu dar o grande empurrão que faltava a esta Associação. A partir desta data pôs-se em acção um plano de protecção de animais abandonados e maltratados, implementando soluções de adopção responsável e procurando famílias de acolhimento temporário (FAT).
“A Casota” conta, desde Março de 2008, com um número considerável de associados; a acrescer a este crescimento em termos de amigos, associados e colaboradores, o número de animais adoptados demonstra a sua actual vitalidade, estando empenhada, como é sua obrigação, em:
-Proteger e cuidar dos animais;
-Promover a adopção responsável;
-Sensibilizar e educar a população em geral para a problemática do abandono e todas as suas consequências;
-Realizar campanhas de sensibilização junto das escolas da região;
-Promover acções de controlo reprodutivo dos animais para evitar a proliferação massiva de abandonos;
-Alargar o grupo de pessoas que colaboram com a Associação como voluntários, de forma a ajudar a Associação nas suas campanhas de informação e divulgação e no cuidado dos animais.

publicado por Fátima às 10:19

28
Out 13

 

O Centro Social de Oiã (CSO) foi fundado em 1958 por um grupo de Oianenses liderados pelo Engº Agnelo Prazeres, que o denominaram inicialmente de Centro Social e Assistencial de Oiã. De acordo com o que vigorava nos estatutos, os objetivos primordiais da sua intervenção eram sustentados na assistência médica aos adultos, na proteção às crianças, na proteção às grávidas e na assistência às famílias necessitadas.

Durante largos anos, o CSO funcionou na exclusiva dependência económica das quotizações dos seus sócios e de donativos de particulares. A partir de 1972, entrou em fase de declínio no que respeita à ausência de financiamento para suportar os custos inerentes às despesas com os serviços que prestava à comunidade.

No entanto, em 1975, um grupo de sócios, entre os quais se destaca o Dr. Fernando Peixinho, após um levantamento das necessidades da população, recuperou as instalações que se encontravam degradadas, devido ao abandono a que tinham sido sujeitas e iniciou um intenso trabalho altamente profícuo ao serviço da comunidade.

Neste seguimento, foi decidida a criação de um serviço de Creche e Jardim de Infância, com o apoio financeiro do Centro Regional de Segurança Social de Aveiro, que se iniciou a 2 de Janeiro de 1978.

Após um longo e árduo trabalho junto de particulares e de entidades parceiras, em Setembro de 1985, os serviços de apoio à criança foram transferidos para o atual edifício que integra crianças de várias respostas sociais, nomeadamente, Creche, Pré-Escolar e Centro de Atividades de Tempos Livres.

Em 1984, iniciou-se a construção do Lar para apoio à Terceira Idade, que iniciou a sua atividade em Setembro de 1992 com a resposta social de Lar de Idosos e, em Maio do mesmo ano, com a resposta social de Centro de Dia. Presentemente, a Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI – anteriormente designado como Lar de Idosos) tem capacidade e acordo de cooperação com o Instituto da Segurança Social (ISS, IP) para 20 utentes e o Centro de Dia para 15 utentes.

No âmbito do apoio à Terceira Idade, o CSO, após o deferimento da candidatura ao POPH – Tipologia 6.12 – Apoio ao Investimento em Respostas Integradas de Apoio Social, iniciou a construção de novas infraestruturas com vista ao alargamento da capacidade da resposta social de ERPI para mais 10 utentes e à implementação de duas novas respostas sociais – Serviço de Apoio Domiciliário (30 utentes) e Lar Residencial para portadores de deficiência (13 utentes).

Em suma, o CSO tem como prioridades de atuação apoiar e dar assistência à criança e ao adulto/idoso, com o objetivo de satisfazer as suas necessidades e ativar mecanismos inovadores na área da prestação de cuidados sociais e de saúde, apostando, de igual modo, na formação contínua dos colaboradores e prestadores de cuidados, sempre com a presença da máxima – eficácia e qualidade dos serviços prestados.

publicado por Fátima às 10:11

21
Out 13

 

O objectivo da ADL é o exercício das actividades relacionadas com a humanização dos serviços de saúde associados ao tratamento de Leucemia e Linfoma, e a colaboração, neste âmbito, com organismos, empresas e instituições hospitalares e não hospitalares. Para a realização dos seus objectivos, a ADL desenvolve a sua acção de modo diversificado, através do provimento de informação aos doentes, familiares e amigos, da procura de soluções a nível médico, social, escolar e laboral, de forma a melhorar a sua qualidade de vida.

A ADL promove ainda a criação de grupos de apoio aos doentes, a divulgação da legislação junto das instituições de saúde destinadas a facilitar um tratamento humanizado ao doente, o desenvolvimento de acções de natureza educacional sobre estas doenças.

 AADL reúne um conjunto de pessoas que, de algum modo, se interessam verdadeiramente por esses mesmos doentes e pretendem desenvolver actividades de ajuda, directa ou indirecta.
Integram a ADL: doentes, ex-doentes, seus familiares e amigos, médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde.
Qualquer pessoa pode constituir-se Associado da ADL; a única condição é querer colaborar no sentido de minimizar o sofrimento e aumentar o bem-estar dos doentes com leucemia e linfoma.

09
Out 13

 

O Centro Social e Paroquial da Ereira nasceu do empenho do Padre Joaquim Suzano, que juntamente com alguns membros da comunidade fundaram esta instituição em 1958. 
As suas valências iniciais foram o Posto Médico Materno-Infantil e o Jardim de Infância. 
Em 1969 abriu nas suas instalações o Posto da Telescola n.º 57. Em 1988 iniciou-se a Creche, para crianças com 2 anos, e em 1991 o serviço foi alargado às crianças de 1 ano. 
Em 1992 foi inaugurado o edifício do Centro de Dia e três anos mais tarde a Casa do Parque (atual Jardim de Infância) e A.T.L. 
Em 2006 o serviço de Apoio Domiciliário passou a funcionar sete dias por semana.
publicado por Fátima às 10:46

03
Out 13

 

A Cerci-Lamas é uma cooperativa de solidariedade social, fundada em 1979 por um grupo de pais e de pessoas de boa vontade, com o objectivo de dar resposta imediata às necessidades educativas das crianças com inadaptação escolar ou que simplesmente estavam sem escolarização devido à deficiência. A sua área geográfica prioritária é a Feira Norte.
A sua missão é promover a inclusão social das pessoas vulneráveis, através do desenvolvimento pessoal guiado pelos valores da autonomia, da responsabilidade e da qualidade de vida.

 

publicado por Fátima às 12:53

 

A Associação Cadela Carlota & Companhia existe desde Julho de 2008, é uma associação sem fins lucrativos e tem como principais objectivos:

- defender e proteger os animais abandonados;

- apoiar o canil Municipal de Lagos

- contrariar todos os eventos, independentemente da sua natureza, que visem a exploração, o sofrimento e a integridade física dos animais.

 

A 10 de Novembro vai realizar-se a feirinha da Carlota e assim foram enviados uns saquinhos de cheito para venda.

 

publicado por Fátima às 10:37

mais sobre mim
Lifecooler
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
31


Contador

contador gratis
subscrever feeds
pesquisar
 
tags

todas as tags

blogs SAPO